Blog

Como cuidar da pele no verão

Saiba quais os cuidados necessários que você deve tomar com a sua pele no verão para evitar doenças.

No verão tudo fica mais colorido, as pessoas parecem mais felizes, pés descalços na areia, atividades ao ar livre, corpos bronzeados no sol. As preocupações se evaporam e tudo se torna mais relax… Mas com tanta despreocupação na cabeça, os cuidados com a pele são esquecidos na maioria das vezes, principalmente por jovens na ânsia de pegar a famosa ‘cor do pecado’.

Risco
A radiação solar incide com mais intensidade sobre a Terra nessa época de verão, aumentando o risco de queimaduras, câncer da pele e outros problemas. Desde que somos gente ouvimos falar sobre os raios ultravioletas e seus perigos, mas que raios são esses e o que eles fazem com a nossa pele? Parece que eles estão tão distantes que não damos a devida atenção a eles. Veja mais no final da matéria.
De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a cada ano, 100 mil brasileiros desenvolvem algum tipo de tumor de pele, sendo a exposição excessiva ao sol a sua maior causa. Os efeitos nocivos do sol vão desde vermelhidão, queimaduras de vários níveis, envelhecimento precoce (rugas), até câncer de pele.
No calor também aumentam a incidência das doenças de pele, causadas pelos ambientes externos, como areia, piscina, mar, tudo isso somado ao suor corporal. São elas brotoejas, micoses, manchas e acnes solares.
É preciso estar atento e se proteger, principalmente os grupos de maiores riscos, como as pessoas mais claras, com muitas sardas e com histórico familiar de doenças de pele.

Para que você possa curtir esse verão sem colocar a saúde em risco, iremos compartilhar dicas que lhe ajudarão a prevenir todos esses tipos de doenças.

Filtro solar
Como diz o Pedro Bial na música Filtro Solar: “Se eu pudesse dar só uma dica sobre o futuro
seria esta: usem o filtro solar!”.
O uso do filtro solar é indispensável não apenas no verão, mas no ano todo. Nas épocas mais quentes do ano é preciso intensificar, aplicando diversas vezes ao dia, principalmente se houver transpiração excessiva ou se você entrar na água.
Fator de Proteção Solar (FPS) – Indica o grau de proteção do filtro solar, então existem diversos produtos para cada momento e cada tipo de pele. Os produtos com FPS 15 ou 20 são indicados para o corpo e podem ser usados no dia a dia. FPS 30 ou superior é ideal para usar diariamente no rosto.
Para ter a proteção desejada é importante aplicar 30 minutos antes da exposição solar, assim a pele tem tempo de absorver o produto. Aplique o protetor uniformemente em todo o corpo, isso inclui mãos, orelhas, nuca e pés, partes que muitos esquecem e só veem após a vermelhidão. Outra boa dica é aplicar no cabelo o filtro solar capilar, protegendo do sol, do mar, do vento e da maresia. Não se esqueça de proteger também cicatrizes e tatuagens, pois podem mudar de cor e nunca mais sair. E é claro, não se esqueça de reaplicar a cada duas horas ou menos.
Em crianças, inicia-se o uso do filtro solar a partir dos seis meses de idade, utilizando um protetor adequado para a pele sensível da criança, de preferência os filtros físicos. Você pode pedir orientação a um pediatra ou a um dermatologista sobre qual o melhor tipo para cada caso. É preciso que as crianças e jovens criem o hábito de usar o protetor solar diariamente, pois segundo especialistas 75% da radiação acumulada durante toda a vida ocorre na faixa entre 0 e 20 anos.

Roupas e acessórios
Além do nosso filtro solar de cada dias, é importante também destacar o uso de roupas adequadas para o verão: chapéus e roupas de algodão, pois retêm cerca de 90% das radiação Ultra Violetas. Tecidos sintéticos, como o nylon, retêm apenas 30%.

Óculos de sol
Para quem gosta de exibir todos os seus modelos de óculos de sol, é importante saber que eles não são apenas artigos de beleza. Os óculos de sol são importantes aliados na defesa da nossa visão contra os raios nocivos emitidos pelo sol, que podem causar problemas graves à saúde ocular. A luz intensa do sol pode causar danos permanentes à visão e à pele, como queimaduras.
No entanto, é preciso atentar para os óculos de sol piratas que oferecem riscos à saúde ocular, já que não oferecem essa proteção necessária contra os raios solares, e, assim, não cumprem o principal papel do acessório.

Hábitos diários
As temperaturas mais quentes exigem hidratação redobrada, por dentro e por fora. Aumente a ingestão de líquidos no verão e abuse da água, suco de frutas e da água de coco. Todos os dias, aplique um bom hidratante, que ajuda a manter a quantidade de água na pele entre 10% a 30%.
Alguns alimentos podem ajudar na prevenção dos danos que o sol causa à pele, como cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, pois contêm carotenoides, substância que se deposita na pele e retém as radiações ultravioletas. Esta substância é encontrada nas frutas e legumes de cor alaranjada ou vermelha.
No verão estamos mais dispostos a comer alimentos saudáveis, carnes grelhadas, alimentos crus e cozidos. Frutas e legumes com alto teor de água e com baixo teor de carboidratos e muitas fibras também são muito comuns nesta época. Aposte nestes alimentos para ajudar na hidratação do corpo, prevenir doenças e os sinais do envelhecimento.
No banho, use sabonetes compatíveis com o tipo de pele. A temperatura da água deve ser fria ou morna, para evitar o ressecamento.

O que são raios ultravioletas (UV)?
Os raios ultravioleta, conhecidos como UV, são emitidos pela luz solar que atinge o nosso planeta, sendo essencial para a preservação do calor e a existência da vida na terra.
No entanto, em função dos buracos na camada de ozônio, provocados pela nossa civilização, estamos expostos a esta radiação sem qualquer proteção. Sem a camada de ozônio, os raios UV podem causar queimaduras, alergias, envelhecimento e até o câncer de pele.
É importante saber também que a radiação UV se divide em radiação UVA e UVB.
A radiação UVA é a maior parte do raio ultravioleta e possui intensidade constante durante todo o ano, atingindo a pele praticamente da mesma forma durante todas as estações. Os raios UVA são os principais responsáveis pelo envelhecimento e tem importante participação nas alergias e na predisposição do câncer.
Dica: O UVA está presente nas câmaras de bronzeamento artificial em doses mais altas do que na radiação proveniente do sol. Desde 2009, quando foi considerada cancerígena pela OMS, essa prática foi proibida no Brasil pela legislação brasileira.
A Radiação UVB já tem uma incidência bem maior durante o verão, especialmente entre 10 e 16 horas. Os raios UVB penetram superficialmente na pele e são os causadores das queimaduras solares, principais causadoras do câncer de pele.

Fonte: Viva Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *