Blog

8 dicas valiosas pra quem tem filhos alérgicos

8 dicas valiosas pra quem tem filhos alérgicos

1. Deixe a casa bem ventilada

Tente sempre deixar os ambientes da casa arejados, mesmo nos dias frios. Como fazer isso? Evite deixar as janelas fechadas por muito tempo!

2. Valorize seu melhor amigo: o sol

Aproveite os dias de sol, ou seja, permita que a luz solar entre pelas janelas e, inclusive, alcance colchões e travesseiros.

3. Programe-se para a chegada do frio

Lave as roupas e os cobertores que ficaram guardados no armário e só depois comece a usá-los.

4. Cuidado com a temperatura

Não deixe as crianças expostas ao frio intenso que costuma ocorrer muito cedo pela manhã ou durante a noite.

5. Reveja as roupas de frio

Evite colocar nas crianças roupas/agasalhos com pelos, mesmo os sintéticos, pois acumulam poeira mais facilmente. Deve-se evitar também usar roupas de lã.

6. Estimule seu filho a beber água

Ofereça bastante líquido ao seu filho, de preferência água, pois beber água fluidifica as secreções, facilitando sua eliminação. E se seu filho pedir suco, também é válido, pois ele também ajuda nesse aspecto.

7. Use soro fisiológico

O soro deve ser usado quando a criança está com o nariz entupido ou escorrendo. Ao aplicá-lo, é feita uma lavagem local, o que evita que a secreção fique ali por muito tempo, prevenindo otites e sinusites, importantes complicações da rinite alérgica.

O número de vezes ao dia depende da necessidade, não havendo número mínimo ou máximo por dia (converse com o seu pediatra). Já a quantidade de soro irá depender da idade da criança: nas bem pequenas, pode ser usado meio conta-gotas em cada narina e, em crianças maiores, um conta-gotas em cada narina. Nos casos de apresentação em spray, é indicado um jato em cada narina.

8. Fique atento ao primeiro sinal de crise

Crianças que já possuem o diagnóstico de rinite ou asma precisam ter uma atenção especial nesses meses mais frios e secos, pois elas costumam apresentar um número maior de crises, mesmo se estiverem há um tempo controladas e sem uso de medicamentos. Se perceber que seu filho não para de espirrar, de ficar com nariz entupido ou apresentar tosse e cansaço constantemente, o ideal é marcar uma consulta com o seu alergista.